segunda-feira, abril 18

DAS EMOÇÕES DE MÃE


Existe crise dos 32?
Não sei. Sei que passamos por várias delas. São conflitos e fases... e grilos. São tantos pensamentos, medos, inseguranças de mãe, anseios incontáveis (coisa de mulher). E como sempre ouvimos, o tempo não espera. Hoje é páscoa, amanhã já é dia dos pais e já já, Natal.
Hoje estamos planejando a maternidade, amanhã eles já estão grandões, escrevendo o nominho, recebendo os amiguinhos em casa, usando internet. Sim; e mais um montão de coisas que vêm por aí.
E quando o assunto é filho, a sensação  de que o tempo criou asas é, curiosamente, maior.
A Sofia fez sete aninhos. Já está mocinha, como costumamos dizer.
Comemoramos em família e desta vez teve até brigadeiro feito por ela (dá pra imaginar?), com uma boa ajuda do tio Elton e da tia Fernanda.
Foi especial!
Mas e essa ideia de "mocinha"?
É... demais pra mim (e para o pai dela rs).
E a amiguinha ligando em casa, pedindo por ela? Me faz pensar.
Sofia cresceu.
Questiona o que digo, escolhe o penteado, dá broncas no Theo.
Olho para ela e vejo seus dentinhos permanentes apontando. Já tem agendinha com o número da Amandinha, da Sophia M. e da Laura. Se é bom?
Sim. Olhar para ela e ver tudo isso acontecendo tem o lado bom. O coração desesperado de mãe quer cuidar, se questiona, quer interferir - às vezes até abusa e superprotege - , mas também entende que as coisas estão correndo naturalmente, como manda o figurino.
A vidinha dela está começando, penso. E tanta coisa ainda por viver e por desbravar.
Nestas horas, pego aquele baú antigo das vivências e recordações e coloco mais este momento especial lá dentro. Guardo com carinho junto desta sensação boa que cada fase vivida pela Sô (e pelo Theo), foi plena, cheia de risinhos, caras feias e descobertas.
E  a cada nova experiência deles é hora de reabrí-lo. Assim vamos construindo nossa vida como mães, vendo-os crescer e doando sempre o melhor do que já experimentamos e acreditamos.

33 comentários:

Michele disse...

Adorei.

Acho lindo o tom da tua escrita em relação aos filhotes, família, ser mãe e mulher.

Um beijo querida,
ótima semana,
Mih

Mi Satake disse...

Mi, são muitas crises. Ver a sofia crescer desperta 1001 sentimentos, fico pensativa rsrs.
Q bom q veio por aqui!
Bjks

Roberta M. disse...

Oi amiga, parabéns pela mocinha Sofia rss, ai dá vontade de congelar num dá??? Mas cada fase tem uma graça e um encanto, essa é uma delicia, aproveite bem, beijocass

AC disse...

Mi,
Crise dos 32? Com toda uma vida pela frente?
Eles crescem, sim, mas também nós crescemos. Nunca mais seremos os mesmos, mas crescer é mesmo isso. Sabe, no fundo está feliz por ver os seus filhotes crescer, e isso dá sentido à vida. A Sofia ainda vai precisar muito de si, a autonomia é coisa de muito apuro. Mas novos desafios vão surgindo, e a seguir outros, sempre mais...
A vida é desafio permanente, minha amiga, e você sabe disso. E as emoções de mãe são eternas...

Beijo :)

✿ chica disse...

E passa rápido demais, mesmo!!!E daqui a pouco, são os netos e a roda gira,gira...beijos,chica

Mi Satake disse...

E passa a vida, né?

AC, acho q disseste msm coisas sabias.
Temos msm q aproveitar as emoçoes de mãe!
Bjo
Bjo a todos!

Marcia disse...

Mi, sem palavras... Lindo!!! Estou vivendo esse mesmo momento e sentimentos, meu pequeno esta prestes a completar seis aninhos e eu babando ao vê-lo se tornar um homenzinho, com direito a gel no cabelo antes de ir a escola rsrs. Como disse AC, eles crescem, nós crescemos, a roda gira...mas eles serão sempre nossos bebês!!!

Bjs

♪ Sil disse...

Mi, crise dos 32?

Eu to já na crise dos 45 rs, pra mim é normal, mas realmente quando vejo, que além da idade minha que se vai, a da minha filha também, ahhhh...
Parece que foi ontem que Giovanna nasceu.
Hoje, ao vê-la com 17 anos, cursando uma faculdade, quaseeee entrando no seu primeiro emprego, eu me emociono.
Deus, parece que foi ontem que embalava minha menina.
As vezes ela fica brava, porque ainda a trato e falo com ela naquelas linguagens de bb rs, mas sei que ela adora.
Somos muito grudadas. Dormimos juntas na mesma cama de casal, e inimaginável dormir sem batermos um longo papo sobre a vida, as coisas dela, as minhas, etc..
Não saberia ser outra pessoa se não fosse MÃE!

Um beijo pra ti e seus pequenos!

Mi Satake disse...

Gente qta coisa boa nos comments de vcs!
É to em crise msm de ver minha pequena esticando e se desenvolvendo.
É muito rápido.
Haja foto pra registrar cada instante deles.

Conversar sobre isso aqui no blog foi bom. Melhor do q imaginei!

Bjos grandes

Chris Ferreira disse...

Oi Mi,
passamos por várias crises sim.
Com as nossas meninas crescendo temos que ir crescendo a nossa relação de mãe. Eu as vezes entro em crise pensando se sei ser uma boa mãe de adolescente. E a resposta é ainda não. Mas vou me esforçar para aprender tudo e a cada dia ser uma mãe de adolescente melhor e nesse processo vamos consolidando os conhecimentos para aprender a ser uma boa mãe de adultos. É um aprendizado constante, é uma antena ligada o tempo inteiro, é aprender com os erros, experimentar, acertar, errar, ajustar.
Se ficarmos de olhos bem abertos, mente bem atentas vamos ver que eles não cresceram de um dia para o outro e esse foi o tempo que temos para nos preparar.
E cada fase é linda.
É o momento que deixamos de levar nossos filhos nos braços para levarmos pela cabeça.
Confiança, somos as melhores mães para os nossos filhos. Estamos dispostas a isso.

beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Micheli disse...

Emocionante o seu post sobre o niver da Sofia, Mi.
Realmente temos de viver e guardar cada recordação, pois o tempo passa rápido demais, e não volta.
Parabéns para a filhota!
Beijo grande.

Anne disse...

ai que lindo... não tem como não ficar tocada!
bjo e parabéns pela moçoila!

Gabriela Cristal disse...

Vou aprender um pouco a ser mãe com vc!
Não tive nenhum enjôo até agora acredita? rs
Bjos.

Mi Satake disse...

Aim agendinha com telefones, gente!
Demais pro coração de mãe. E olha q são apenas telefones de meninas, ainda...
E as conversinhas q nem gente grande? rsrs
To me adaptando rs

Denise Portes disse...

Ser mãe é esse questionar constante e é uma delícia.
Um beijo
Denise

Minéia Pacheco disse...

Olá Mi,

Nossa, realmente o tempo passa rápido demais, parece que foi ontem quando descobrir que estava grávida e hoje meu garoto já está com três aninhos, indo a escola, fazendo amiguinhos... Às vezes dá até um friozinho na barriga!
É por isso que temos que viver intensamente cada minuto com nossos filhos, com nossa famíla,o tempo passa rápido demais e temos que aproveitar cada minutinho ao lado deles!!

Lindo post...

Obrigada pelo carinho de sempre lá no blog, fico muito feliz quando vocês passam por lá!

Beijão e fiquem em paz sempre!

Shuzy disse...

Jeito de lindo de escrever... Ver os filhos crescendo é a forma mais linda de perceber que o tempo passa, e depressa!

Juliana Dalzoto disse...

Oi Mi!!!

Muito verdadeiro seu texto! É bem isso, neh, o tempo não espera. E as dúvidas, questões e nossos anseios aumentam a cada dia. Sempre estamos nos questionando, principalmente em relacão aos filhos!

Sofia já é mesmo uma mocinha! E não deve ser fácil conviver com estas mudanças. Mas vc sempre está atenta, presente, e certtamente essa crise dos 32 vai passar, pode apostar!

Parabéns por sua filhota!!!
Que ela cresça sempre saudável, forte, determinada e amiga.

Obrigada pelas palavras de carinho lá no blog! Fiquei feliz com sua participação no sorteio! Boa sorte!

Grande beijos
Ju

S* disse...

Todas as alturas são boas para a introspecção... e a introspecção gera crises. :)

Ana Paula mãe da Sophia disse...

Mi que lindo! beijos carinhosos. pra ti e pra mocinha da Sofia.

dorinha!!!!!! " A escritora." disse...

Oi Michele..... eu te entendo, isso tudo às vezes gera um desconforto, mais o tempo passa, e as crianças andam se desenvolvendo cada vez mais rápido, mais esse é o percurso da vida!
bjs!

Betty Gaeta disse...

Oi Mi,
Minha filha já é mulher, não mais uma menina, e vc não imagina como foi rápido! Eu me lembro dela na idade da Sofia e parece que foi ontem. Prepare-se, o tempo não para!
Bjkas e uma 3ª-feira maravilhosa para vc.

www.gosto-disto.com

ღ Sensitivity ღ disse...

Acho que nós seres humanos adora viver um crise, pois são várias no decorrer da vida. Só que são crises passageiras. Depois até dá para rir de algumas com o passar dos anos, risos. Beijinhos e lindo texto.

Mãe Mochileira, Filho Malinha.. disse...

Aiiiiii quer me ver louca é pensar no Enzo grandão!! hahaha..morro de medo desse dia,o dia em que suas asas vão crescer a ponto dele bater elas sozinho e sair debaixo das minhas..rsrs..sou hiperpegada com ele..e so em ver como ele esta crescendo eu choro..um misto de realização,alegria,saudade...rsrs
Muitos sentimentos..acho que é coisa de mãe mesmo..e com crise de 32 antecipada dois anos..hahaha!
beijos,otima semana!!!
;-)

Mika disse...

Mi,

Que delicia a idade da sua filha. Imagino que deve dar uma dor no peito, mas é bom ver eles crescerem.

Eu não tenho filho, mas deve ser muito lindo acompanhar tudo isso. E deve ter crise aos 32, 33, 34.. hauauhaua e por ai vai!

Tem sorteio no Blog, vai lá conferir!

Beijos!

ogatoquepesca.com

Ana disse...

Muitas vezes assusta pensar que cresceram né?
É como se estivessem soltando das nossas mãos...
Mas para quê criamos asas neles né?
O jeito é orientando o voo agora.
Beijos!

Juliana disse...

Não sou mãe ainda, mas é difícil não se emocionar com seu texto...Parabéns pelas experiências maravilhosas!
Obrigada pela visita no meu cantinho na blogosfera, volte sempre que quiser!
Beijocas e bom feriado!!
http://mentevaziaeoficinade.blogspot.com/

ValeriaC disse...

Ah minha flor de amiga...ler seu post me trouxe alegria...é realmente lindo vermos nossos filhos crescer...não se perca em crises,curta cada fase, pois todas as suas e a deles tem sua beleza e te garanto, o tempo voa mesmo rssr.... os meus já estão bem mais grandões(22 e 16) e vou aproveitando cada momento, porque cada um deles é sempre único e especial...
Minha querida, feliz Páscoa...beijinhos
Valéria

Ana Larissa disse...

A vida começa aos 40, não é o que dizem? O importante é viver todos os dias com a alma aberta, o coração contente e o sorriso no rosto. É só dessa forma que a gente passa pelos dias sem se deixar endurecer por eles.

Beijo.

MuitoCriança disse...

Lindas palavras Mi.
Cheia de medo mas com muita sabedoria, o que é muito importante.
Nem quero pensar que logo logo é a vez da minha bonequinha que está crescendo: CURIOSA!!!!
Beijos e obrigada pelas visitinhas.....

Anônimo disse...

Oi Mi!! Ver voce falar deu até vontade de ser mãe!!!! Deve ser tão legal ver essas transformacões...
Tenha um bom feriado!
Bjooos
Cae

caefernandes.blogspot.com

Vanessa Souza Moraes disse...

Eu tive aos 30.

Sem filhos.

Amanda Luna disse...

Oii, realmente a Sofia está crescendo... quem dera se a gente pudesse mantê-los bebezinho debaixo das nossas asas para sempre... kkk
mas, não dá... eles crescem e para gente só sobra a torcida para eles sejam adultos felizes e do bem!!!
beijão
www.sermulhereomaximo.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...