sábado, agosto 7

PRA FALAR DE AMOR


Filhos. Com eles aprendemos diariamente.
Os meus, me ensinam a todas as horas sobre tantas coisas... me mostram sobre tantas virtudes; sobretudo o amor, com  a alegria e vivacidade típicas das crianças. E isso é tão puro e tão grande, que me emociona e motiva... Somente quero amar, perdoar... crescer.
Quando senti a Sofia  mexer pela primeira vez em meu ventre, sabia que jamais seria apenas Eu, novamente. Seriamos sempre nós. Eu e ela. Adiante eu, ela e o Theo; numa simbiose tão perfeita que não permitiria mais em meu coração, espaço para outros amores (visto que parte dele eu já havia entregue ao Sandro, que carrega consigo, à mãos bem fortes, protetoras...). Hoje sou sim, mãe full time, com muitos projetos pra mim, mas sempre por eles (Sandro, Theo e Sofia).
Carregada desse amor e inspirada por ele, trago hoje para compartilharmos, as falas da cena de um filme que gosto muito: Stardust.
Não sei se todos já assistiram, mas trata-se aqui, não apenas de uma declaração de amor ao homem amado, mas  pra mim, de uma Ode à esse sentimento tão bonito, combustível dessa nossa jornada de aprendizado, que creio estarmos percorrendo há muito tempo.
Segue:

Sabe quando falei que sabia um pouco sobre o amor?
Bem, não era verdade.
Sei muito sobre o amor.

Já o vi e vejo há séculos e séculos, querido.
Era a única coisa que tornava suportável, observar seu mundo!
Todas as guerras, dor e mentiras. Ódio...
Dava vontade de dar as costas e nunca mais voltar a olhar.
Mas ver o JEITO COMO A HUMANIDADE AMA...
... você pode procurar em todo o universo, e nunca achará
nada tão bonito!
Por isso sei também, que o amor é incondicional.
Sei também que ele pode ser imprevisível, inesperado, 
incontrolável, insuportável... e estranhamente  fácil de ser 
confundido com aversão...

O que estou tentando dizer, é que Te amo!
O meu coração...
é como se meu peito mal conseguisse contê-lo,
como se ele não me pertencesse mais.
Pertencesse à você.

E se você o quisesse, eu não pediria nada em troca.
Nem presentes, nem demonstrações de devoção.
Nada, além de saber que você também me ama.
Apenas o seu coração
em troca do meu...



Hoje, dedico todo o meu amor, de modo especial aos "pais da minha vida":

Ao meu, aquele que me carregou nos braços, protegeu (até demais rsrs) e orientou, sempre.
E à você, San, pai dos meus filhos, amor companheiro que também me emociona e ensina, todos os dias dessa minha vida complicada.

Um beijo carinhoso no coração de todos.
Aos pais, um domingo cheio desse... Amor!

13 comentários:

Ester disse...

Oi Mi!!

Quanto tempo não venho aqui! Gostei do novo layout, adoro mudar também!

Bela e sensível sua homenagem aos pais de sua vida! Não sou muito a favor de dias comemorativos, mas finalmente entendi que é necessário para pelo menos refletirmos o valor que eles têm em nossas vidas, o ideal é fazer sempre isso.


Lindos filhos vc tem! Beijos e volte sempre lá em casa!

*-*

Liduh disse...

Oi Mi!
Que lindo... uma belíssima homenagem em um post cheio de emoção, adorei;)
Beijos e bom final de semana pra vcs!

Chica disse...

Lindíssima e carregada de carinho essa homenagem aos pais da tua vida...Lindo!beijos,tudoi de bom,chica

Albuq disse...

Pronto Michelle, já chorei na frente da tela... afffffffff vocês acabam com a chorona aqui...

Linda mensagem, muito linda mesmo!
Toda mãe diz que depois desse mexido no ventre, jamais são iguais, é como se começassem uma nova vida.
Parabéns pela família que você construiu!

bjsssssss

Fico feliz que tenha gostado do post viu!
Obrigadão!
Feliz dia dos pais para todos!

Betty Gaeta disse...

Oi Mi,
Adorei o textos. Cada vez que leio o que vc escreve tenho a certeza que vc é uma pessoa muito bem resolvida.
Bjkas e um ótimo sábado para vc.

Deia disse...

Oi Mi!!!! Que bonita declaração de amor - filhos e pais! Como ficamos felizes quando os pais dos nossos filhos são "super heróis" na vida deles, não é? Um beijo enorme, curtam muito o dia amanhã! beijos, Deia.
PS: Recebi seu email sobre o dia 28! Está de pé, mas resta decidirmos se será aqui ou em Campinas! A bebê da Dea ainda é muito pequenininha! beijocas!!

Rosi Tonaco disse...

Mi!! Seus textos sempre me emocionam...você tem uma sensibilidade incrível!
Bjks e bom final de semana!

ONG ALERTA disse...

Filhos sao o maior presente do mundo basta amar, paz.
Beijo Lisette

Nutrição e Cia disse...

Muito linda a homenagem que fez e a historia que contou também muito linda. Feliz dias dos pais!

Deia disse...

Oi Mi!!! asando para desejar um dia dos Pais maravilhoso com os pais da sua vida!! Aproveitem o bom tempo que, finalmente, temos! Um beijo, Deia
PS: você recebeu meu email sobre o dia 28/8?

Mi Satake disse...

Amigos, viajei no finde mas já estou de volta.
Como foi o dia dos pais?

Amei os comentários, o carinhoo de todos, cmo sempre!

Bjkss
Mi

Chris Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Chris Ferreira disse...

Oi MI,
amor de mãe é isso mesmo. Essa coisa louca, intensa, doce.
É uma troca, um aprendizado.

Adorei o seu texto. Já tinha visto o filme mas não tinha observado tão bem essas palavras. Vou até vê-lo novamente.

Que o dia dos pais da sua vida tenha sido maravilhoso.
beijos
Chris

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...