sexta-feira, junho 25

KEEP LOVING...

Li, amei e faço questão de citar o Blog da Andrea . Os últimos posts, de títulos espiritualidade ,são sim,   autênticos ensinamentos. De seus pensamentos, sentimentos e vivências pude sentir e aprender mais sobre o amor... esse sentimento é de verdade, ou deveria ser, o motor da vida!
...Tarefa complicada falar de amor. Trabalho pra poeta. Eu não sou poeta, mas falo desse sentimento tamanho, derramando um pouquinho do que tenho no peito, sem muitas rimas ou  métrica , apenas tentando encanto...
Falo do amor que recebo todos os dias, cujo bebo sedenta. O amor que me ensinou e ensina todos os dias, que me faz acreditar; um amor verdadeiramente paciente e generoso, que me pegou pequena e incompleta e que hoje já me vê dar os primeiros passos. E essa nascente, são as mãos do meu marido, claro.
Todos nós queremos amor, precisamos dele pra continuar. Nada  importa senão seus laços, os olhares, o calor, esse carinho.
Sem amor não dá pra ensinar, não dá pra aprender, não dá pra inspirar, não da pra crescer. É difícil criar é difícil saber ou entender qualquer coisa...
Seguir? Somente por essa via.

"SE ESSA RUA, SE ESSA RUA FOSSE MINHA, EU MANDAVA, EU MANDAVA LADRILHAR, COM PEDRINHAS, COM PEDRINHAS DE BRILHANTE, SÓ PRO MEU, SÓ PRO MEU AMOR PASSAR..."


10 comentários:

Ester disse...

Oi amiga,

Achei um luxo, seu blog! Adorei vir aqui, e também fui conhecer o blog da Andrea e me emocionei com seu triste relato.

Concordo que falta muito amor no mundo, e precisamos diminuir as distâncias dos corações procurando colocar mais amor em tudo o que fazemos e nos relacionamentos que construimos...

Bjs e obrigada pela visitinha!^^

Mi Satake disse...

ESter, que legal você por aqui. Tem tanta coisa boa no seu blog, passo um tempão lá, lendo e relendo, interpretando e reinterpretando rs.

To felicíssima com a visita, e obrigada por seguir, viu.

Beijão carinhoso!

Deia disse...

Oi Mi! Gostei do seu mergulho depois de ler as linhas, tão sensíveis, da querida Andréa. Sabe outra coisa que tenho aprendido nos textos que ela vem dividindo conosco? A nos amarmos profundamente. Independentemente das rasteiras da vida. Porque, essa moça linda é uma sobrevivente - e deixa-me de queixo caído a cada relato de sua vida. Linda homenagem a uma mulher de fibra! Um beijo, Deia
PS: Mi,os selinhos que você me deu já estão com posts prontos! Estão programados para o dia 30/6 e 6/7. Espero que você goste! Bom finde!

Amanda Luna disse...

oii sempre adoro seus posts.. que linda declaração p/ o seu marido... vou dar um pulinho no blog da andrea p/ ver o que tem por lá..rsss
beijão lindona!!
sermulhereomaximo.blogspot.com

Jaque Bresolin disse...

oi lindaaa...
vim desejar um ótimo domingo.
bjo no coração,amiga!

Andrea Pagano disse...

Olá Miiiiiiii!!!

Nossa, estou tão feliz, dupla, tripla, mil vezes feliz porque tenho recebido assim esse caminhão de carinhos, de pessoas que estão há tão pouco na minha vida!!

Meu muito obrigada, pela sensibilidade de perceber em minhas palavras o quanto o amor é maravilhoso para os que os tem ou recebem e o quanto faz falta para os que infelizmente ainda não o encontraram...

Também não sou uma poeta, mas quando pensei em falar de Deus -a maior expressão do amor que existe - pensei em primeiro falar que apesar de vc nascer em um ambiente que não há amor, não significa que não pode ficar com o "desamor" e sim deve ir em busca dele, sempre. Como vc mesmo disse é nosso "motor da vida"!

Estou muito honrada pela referência e pela oportunidade de toda esta troca de amor!

Beijos no coração...

Deia disse...

Mi!!! Boa tarde!!!! Pequena mudança de datas (rsrs): Os post sairão nos dias 6/7 e 8/7, ok? Beijos!!! Deia.

Mi Satake disse...

Gatíssimas, que delícia o clima aqui.
To feliz e honrada tb, por estar há pouquissimo tempo por aqui e já receber todo esse calor. E os aprendizados? Inúmeros...
Obrigada e beijos a todas!

Sandro Satake disse...

estou pensando em fazer um blog só pra falar de vc; só pra comentar o que vc dedica pra mim.

Guarde esta:

O ser amante é poeta só por amar;
O amor é poesia só por estar;
e eu, amado ser tão engrandecido,
rimo sempre um pouco de cuidado
com o amor que tenho recebido.
é simples assim, rima pobre,
de um sentimento incomparavelmente nobre
aqui pra sempre registrado.

Te amo!

Mi Satake disse...

Mais palavras pra descrever o que sinto não tenho.
Depois de ler um poema tão lindo, enxergar e sentir mais um pouco do seu amor e dedicação, choro emocionada!

Amo vc!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...