terça-feira, outubro 19

CRIANÇAS E REFEIÇÃO + SORTEIO


Comer, comer é o melhor para poder crescer.. 
Esse verso com certeza é familiar a todos os ouvidos e ouvidinhos que conheço. Faço questão de entoar a musiquinha para o Theo, mas efeito que é bom: nada!
Já falei um pouquinho sobre a dificuldade que tenho de acrescentar frutas e especialmene legumes e verduras às refeições do filhote, nesta postagem; tem sido difícil, trabalho pra mãe profissional, esse.
Ele não come nenhum legume, nenhuma verdura. O que faço é procurar equilibrar suas refeições com sucos de frutas. Neles eu acrescento alguns legumes (como cenoura, tomate e beterraba), vez ou outra. Se ele toma?
Sim, choramingando mas toma. Tenta me distrair com mil histórias, inventa desde aqueeele soninho, até dor de barriga.
Em minhas idas ao supermercado procuro levá-lo e aproximá-lo, do que para ele mais parecem seres estranhos do que alimentos rs. Li que essas atitudes ajudam a criança a se interessar e achar mais divertido o  momento das refeições.
Andei correndo atrás de algumas outras dicas, convesando com algumas amigas mães e professoras na escola. Tenho  que ter muito jogo de cintura, muitas cartinhas na manga e fazer alguns... malabarismos, se eu quiser que o Theo coma o mínimo necessário pra se desenvolver e deixar aquela velha consciência de mãe, tranquila (se é que isso é possível. A maior ocupação de nós mamas é nos cobrarmos...).
Segundo a professora, no meio da farra com os amiguinhos, a saladinha de fruta se torna mais colorida e atrativa, e os legumes mais engraçados e divertidos. Aqui, todo mundo come, diz ela. Ninguém quer ficar menor que o outro coleguinha, brinca. (Da pra crer?)
Confesso que me sinto menos aflita...
Mas de verdade, lá no fundinho, na maioria das vezes encarno a Samara do filme O Chamado: Não descanso.... pelo menos não em relação a esse assunto. Quero que ele (e a Sofia também), comaaaa rs. Recheio a lancheira, mando frutinhas, suco, leitinho... na tentativa de fazer , ao menos do período de aula, um tempo mais rico em vitaminas e tudo o mais, para eles.
Encontrei umas diquinhas legais aqui, também. Aproveito para dividir com vocês. Porque nessa hora, vale tudo meeesmo.
E vocês amigas mamis, como lidam com esta questão?
Cortam um dobrado, como diz o sábio dito popular?


E por falar em mamães e kids, a Ana do Mãe mochileira filho malinha, está com outra daquelas meeega promoções. Corram lá que  da tempo de participar.

Beijão e boa sorte a todos!


16 comentários:

VaneZa disse...

Tenho acompanhado a sua saga para fazer o Theo comer... mas se isso te consola... eu também tinha muita dificuldade pra comer quando era criança... mas hoje em dia como de tudo. rs

BeijoZZZ

Chris Ferreira disse...

Oi Mi,
adorei o sanduíche de Bob Esponja.
Aui também é uma dificuldade para a Sofia comer e com o tempo as coisas vão melhorando.

O sorteio da Ana está bem legal mesmo.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Toque de Elegância disse...

Oi Mi, que fofo este sanduíche do Bob Esponja..criativo mesmo!! Ainda não tenho filhos, mas tenho um enteado de 3 anos que amooo..olha acho que é até normal criança não comer direito..principalmente alimentos saudáveis. Sabe aquela coisa "o que os olhos não vêem o coração não sente", o jeito acredito que é tentar camuflar os alimentos bons..como o que você faz com o suco, colocando algum tipo de legumes.

Bjs Giovana..
http://toquedeelegancia.blogspot.com/

Chica disse...

Aqui em casa tenho o Neno que me dá todo esse tipo de preocupação com comida e mais um pouquinho...è duro na queda pra comer!!beijos,chica

Betty Gaeta disse...

Oi Mi,
Estou rindo muito, pois fui uma criança chatérrima para comer! Fiquei famosa na família toda. Magra, muito magra, eu achava uma perda de tempo ter que sentar e comer.
Minha filha já foi bem melhor do que eu. Era chatinha para algumas coisas, mas no geral comia bem.
Espero que o Théo melhore, mas se ele for como eu, vai demorar muito para conseguir provar algumas comidas que acha "estranhas", e algumas vai se recusar a comer por toda a vida (afinal, como vc acha que me tornei vegetariana?).
Bjs,bjs e mais bjs..

http://www.gostodistonew.blogspot.com/

Michele disse...

Mi, não é diferente com nenhuma outra criança. Acredite. Eu sou mãe e atuei 7 anos na enfermagem pediátrica antes de ser jurista. As histórias se repetem. O importante é vc equilibrar a dieta, mas não surte (rs), a hora que a fome bater eles comem.

Um beijo

Malu disse...

Oi , Mi !!!


BjO Grande e um Dia Recheadinho
de Sorrisos ... :)

Tábata disse...

Nossa! não sabia que era tão difícil assim fazer as crianças comerem frutas e legumes, rs. Qtos malabarismos! =O
Mas pelo que estou observando, a maioria das crianças são assim e depois qdo vão crescendo vão melhorando tbm, vamos torcer!

Sobre o filme, parece que a violência agora é contra os políticos corruptos, então acho que vou gostar hehe
Depois eu conto ;)

Super beijo!

Wal Marques disse...

Ai Mi é uma dificuldade mesmo,vejo pelo meu sobrinho de 1 ano,não come nada e só gosta de suco e leite,já foi para o hospital vááárias vezes....e´por isso que é importante ter uma mãe criativa como vc!!Adorei,Bob esponja no sanduba??!!! rsrsrsrs....muito bom,bjsssss!waL.

Isadora disse...

Mi, lá em casa a minha pequena come de tudo. Eventualmente, uma fruta, ou um legume e verdura não curte muito, mas não é um problema.
O que eu sempre fiz desde que ela era pequena, era fazê-la experimentar algo, mesmo quando dizia não gostar. Afinal não se pode não gostar do que não experimentou. Se experimentasse e não gostasse, aí sim, novas tentativas.
Alguns recursos: colocar beterraba ou espinafre batido, no feijão. Já dá uma boa ajuda e sempre colocar no prato algum legume ou verdura, nem que seja só um pouquinho.
Espero que você tenha sorte com o pequeno.
Que tal levá-lo um dia para cozinha com você e pedi-lo para ajudá-la a preparar alguns legumes/verduras. Será que ele ajudando terá interesse em comer? Sei lá foi só uma ideia que me ocorreu.
Um beijinho

S* disse...

As crianças são tão mimadas que precisam de artimanhas para comer. lol

Gabriela Cristal disse...

Ainda não tenho filhos mas tenho essa experiência com um dos meus sobrinhos que nunca quer comer comida, aliás ele não come nada! Bem difícil mesmo, tem que ter jogo de cintura.
Bjos.

Mamãe Mari e Pedrinho Facco disse...

Ai amei o post, amiga!!!
Por aqui também está difícil. Pedrinho só come legumes e verduras na sopa (triturados) e frutas, somente na forma de suco (pelo menos isso, né?)
Vou ler mais um pouquinho as dicas que vc deixou!
beijinhos

Mi Satake disse...

Ai meninas, tks pelas dicas, pelo consolo e pela visita, sempre maravilhosa!
E eu continuo na luta tentando fazer o Theo gostar um pouquinho do q é ssaudável

Deia disse...

Oi Mi!! Ai, ai, o capítulo comida geralmente não é fácil! Aqui em casa tenho dois perfis bem diferentes: uma que não gostava de nada; a outra que gostava de tudo! rsrs! Com alguns aninhos passados o gosto de ambas se aproximou (acredite!) e hoje as verduras, embora não muito amadas, são requisito obrigatório em ambos os pratos. Mas já passei cada dobrado... Quando nos encontrarmos lhe conto pessoalmente! O importante é persistir, pois a prática me mostrou que a médio prazo dá resultado! Um legume à mesa a cada refeição! Beijocas, Deia

Micheli disse...

Adorei o foto do sanduíche.
Você já experimentou misturar pequenos pedaços de legumes no meio de um molho do macarrão, por exemplo? Pode não ser o mais correto, mas alguns legumes que sei que a Clara se recusa a comer hoje (porque antes comia tudo) mais pela aparência que pelo gosto, eu faço isso e ela come. Misturo no molho, no arroz, ela acaba comendo e nem percebe. O molho é o que dá mais certo, porque ela AMA macarrão de todo o jeito que eu faço, então vario bem por aí. Sei que isso não ensina ela a comer, mas por hora eu me preocupo com a ingestão dos nutrientes...
Enfim, tenta, é uma sugestão.
Beijos,

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...