quinta-feira, novembro 18

BLOGAGEM COLETIVA CONTRA A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA


A Ingrid - Desconstruindo a mãe, sugeriu que contassemos uma história de superação, uma situação onde conseguimos dar a volta no monstrinho do instinto e ser racional, evitando aqueeela surra no (s) filhote (s) coisa que, fatalmente, seria motivo de arrependimento mais tarde.

Como parte integrante dessa blogagem  importantíssima segue o meu textinho:

Ano passado compramos um novo sofá. Mexemos em algumas coisas aqui em casa e o marido aproveitou para despachar o  jogo que tínhamos (pra mim era simpático, mas o Sandro detestava).

Depois de olhar  um e outro optamos por um preto. Bonitão o danado. Foi para nossa sala  todo imponente e eu, no final acabei gostando. Bom para darmos aquela esticada (é inevitável. Já tentei não cochilar no sofá, mas não consigo), ver um filminho mais confortavelmente, enfim o bom companheiro das horas preguiçosas. Como trocamos outas coisinhas, a sala ficou mesmo mais bonita, mais atraente; E como a gente gosta disso, né? Cuidar da casa, enfeitá-la e depois ficar pelos cantos apreciando... 

Estava tudo muito bem, tudo muito bom até que uma bela tarde, D. Sofia resolveu dar sucessivos... "golpes", com um lápis bem pontudo e afiado no meu queridinho. Foram umas 15 irremediáveis perfurações no meu sofá fofooo, que evoluíram para pequeninos rasgos, hoje gigantescos. 

Neste dia estava me preparando para tomar um belo banho, quando voltei à sala e peguei a mocinha sagaz numa atitude suspeitíssima. 
Ao me aproximar e ver os furos, que não eram poucos, passei por um mix de sensações. Nas frações de segundo seguintes, pensei em dar na cara dela, literalmente. Sim, dar na caaara (ela só tinha 5 anos)!

Porém,  parei. Lembrei-me de uma virtude que sempre me faltou e tornou-se indispensável  desde que a maternidade bateu a minha porta: Ela mesma, a paciência.
Respirei proooofundamente.
Mais uma vez. Respirei (aprendi esse exercicio no Reike e recomendo. A respiração acalma e nos dá tempo hábil para raciocinar, faça isso pausadamente e repedidas vezes).

Destruir um sofá novo não é uma atitude lá muito comum, ao menos para uma criança nesta idade. Foi o pensamento que me arrancou daquele "estado de graça", pra não dizer coisas piores - o blog é poético, gente rs - , e me trouxe a tona, de volta à racionalidade.
Conversamos muito. Ela entendeu.
Fiquei aliviada e mais que convencida sobre a importância de dialogar com nossos filhos. É essencial. No caso dos meus é frequente. Sou meio exagerada, vivo em função disso.

E em resumo, segundo o que pude apurar, a Sô estava estressada. Ela faz aquele perfil criança oriental introspectiva. Preciso estar sempre de olho nela. É super tranquila, suuuuper amiga, mas não é falaaante como o Theo... normalmente guarda seus sentimentos mais conflitantes. 
Tudo isso sobre a minha linda, prometo resumir numa outra história, que fica para um ooooutro post.
Mas ela é normal, tá rs? Estava mesmo é de saquinho cheio do irmãozinho mais novo, que é aquele chicletinho grudento. Uns pitchuquinhos bem docinhos esses meus dois.
Ah, o sofá?
Está conosco até hoje; nos recusamos a trocar, a Sofia tem que se sentar muuuuito nele, sentir o incômodo até chegar o momento de desfrutar de um novo, que já namorei muito e  já escolhi, mas deixa pra casa nova que um dia terei.  Prometo contar aqui também!

Falei um tiquinho da relação de irmãos do Theo e da Sofia, nesta postagem, se tiverem um tempinho a mais, leiam.

Beijão especial à todas as mamas!

Beijão amigos!


30 comentários:

L´atelier disse...

Oie!!!
apoio a campanha! bater em criança é o fim né?! gostei muito do seu texto...q nadaninha é a Sofia!!rsrs!!
Adorei seu blog tb, estou te seguindo! Passa lá no meu blog e se gostar me segue!
bjs
Haytana

AC disse...

Mi,
Vê-se à légua que você é uma mãe babadíssima com os seus filhotes.

Beijo :)

Minéia Pacheco disse...

Olá Mi,

Criar filho não é fácil, em muitos momentos nos falta paciência, mas como você falou, temos que respirar fundo para não tomarmos alguma atitude que fará mal aos nossos filhos e para nós também. Sou MUITO paciente com meu garotinho, converso muito com ele e tento sempre resolver os problemas com muitas calma. Violência só gera violência!

APOIO A CAMPANHA... BATER EM CRIANÇA É COVARDIA!

Beijão para você!!!

Denise Portes disse...

É uma delícia ter filhos, a minha já tem quinze anos.
beijos
Denise

so sad disse...

ser mãe é viver nesse exercicio de paciencia e amor, rs.
parabens!

Mi Satake disse...

E haja bastante paciencia, né amigos, rsrs!

bjão pra vcs!

Desconstruindo a Mãe disse...

Parabéns por mostrar que uma fração de segundo pode mudar o roteiro de uma história. Adorei tua participação!

Beijos, desejo que continuemos sempre em contato e levando mensagens positivas para outras pessoas!
Ingrid

Malu disse...

Mi,


Campanha mais que apoiada !!!

Sou mãe e babooooooooooo meu filhote até não poder mais , ...Rsrs


BjãO!

Renata Fagundes disse...

Sinceramente? Senti saudade dessas traquinagens.
A Ju é filha única e já está com 14 anos.
Amo criança, sorte que tenho meus sobrinhos, meus bolotas...rs..e com tia Tata pode tuuuuuuuuudo...rs

Mi, briga com eu não...fim de ano a Corretora ferve e o trabalho me suga..por isso as vezes desapareço :)

beijos cintilantes querida

Pelos caminhos da vida. disse...

A sua ainda é pequena, pior é a minha de 12 anos que rasgou meu sofá novo(lindo e maravilhoso), apenas porque não aceita correção. Hoje em dia não é fácil educar filho, tb sou contra a violência, fico mais no dialogo, alguns castigos(não ver tv, não ir ao shopping...), e nem assim adianta, fazer o que.

beijooo.

Julia disse...

Adorei a iniciativa!
bjss

www.blogdajupenedo.com

Tatiana disse...

Mi...minha querida...que saudades de vir aqui!!!Eu seeeeei que estou em falta...vou recuperar o tempo perdido..rs!!!
Hahaha....imagina a sua cara vendo o sofa esfaqueado....eu acho que teria que sair de casa para respirar em outra cidade...hahaha.Parabens amiga, pela sua maturidade!!!
Beijocas!!

Tatazinha disse...

Mto bacana a campanha...
Bjãoooooooooo

Mi Satake disse...

Gente mega importatne falar nisso, né?
Aff q tem muito pai e mãe q alem de praticar violencia fisica, abusa moralmente!

bjinhos pra todos e tks
pelas impressões sobre o assunto!

MEUS PENSAMENTOS disse...

ola estou visitando todos que participam do amigo secreto da ESTER! bjs!marcinha.

Betty Gaeta disse...

Oi Mi,
Eu às vezes me sentia assim qdo minha filha era pequena e fazia das delas, mas nunca bati nela. Qdo muito punha para "descansar" e pensar no que tinha feito.
Bater não educa ninguém, ma verdade, ninguém bate para educar, mas para descarregar os nervos.
Bjkas e uma boa noite para vc.

http://gostodistonew.blogspot.com/

Sandra disse...

Ola !!

O amigo secreto está chegando!!! Quer saber quem é minha amiga segreta?

Então venha Tem surpresa na Curiosa.
http://sandraandrade8.blogspot.com/
Quem será a minha amiga,rsrsrsrsr
Sandra

Sandra disse...

Muito boa sua postagem..
sandra

Mãe Mochileira,filho malinha.. disse...

Oi Miiii! eu to aqui imaginando a sua cara ao ver o sofa,rsrs..olha, vc falou td..a gente tem que respirar fundo,contar ate 1000 se for o caso...eu nao bato no Enzo, ponho uma cara feia,mas tao feia que fico com do dele,pq ele fica sentido...rsrs..tadinho.Eu prefiro tb uma boa conversa..mas confesso q sou estourada e quando saio do serio por alguma coisa,tenho q sair d eperto,ficar sozinha uns 10 min.p me acalmar e ai eu converso...
aconteceu algo semelhante aqui com uma parede que ele rabiscou..quando ele viu que eu tinha visto,ele ficou tao se graça,fez uma carinha tao desesperada que eu me senti uma monstra na mesma hora... deus me livre,rsrsrs..
Semana passada fui pegar uma mochila pendurada atras d aporta do quarto dele,que vive aberta..ou seja,fazia um seculo que eu n via atras dela...
e ai achei um desenho minusculo...lindo d eum carrinho..incrivelmente bem feito e pintado( ele desenha mt bem p a idade,ate ja ganhou premio na escola),com minimos detalhes..eu na hora n tive outra reação senão sorrir e achar a coisa mais linda do mundo..tudo: o desenho, e a danação de fazer bem pequeno e escondido atras d aporta,como se dissesse: "eu faço aqui e ela nem vai saber,rsrsrssr"
como se irritar com uma coisa dessas???kkkkkkkkkkkkk..
Olha,sobre a blogagem coletiva do assunto ,acho legal...sinta-se a vontade para falar sobre isso,quanto mais gente falando nisso,melhor para nós mamaes!!
e pode pegar o selinho tb,viuuuu!!
beijos querida,obg pelo carinho de sempre la no blog!!!
vixi,isso aqui virou uma carta,hahahaha!!
;-)

Ives disse...

Olá, adorei aqui. Lembro agora do meu anjinho puxando os meus pontos da cirurgia no joelho enquanto eu dormia, que maravilha são esses garotos rs abraços Seja bem vinda ao contos

Michelle Crístal disse...

Que mãe maravilhosa e perfeita... Você disse algo, a mais pura realidade... Quando vemos as coisas no lugar a vontade é de ficar babando e apreciando... E se pudermos almoçar fora?

Albuq disse...

Michelle, admiro muito seu blog, a preocupação com criança, educação, ambiente.... Parabéns.
Esse post... fantástico. Acho um absurdo violência contra criança.

Muito legal a história viu. bjsssssss saudades de vir, é a correria, mas, o período da ufpb tá terminando, vou voltar a ativa.

Mi Satake disse...

Eba!!!!
Qtas novidades, gente nova!

Vou visita-los ja ja ta?
Legal q vcs gostaram da campanha!

Suuuuper bjossss
Mi

Shuzy disse...

Aplausos pra vc!

Cristiane disse...

Mais uma campanha de qualidade! Parabéns. Vim te dar um selinho, que está lá no meu blog. Espero que gostes. Bjs

Anng disse...

Ameei a campanha.Apoio total a ela;
Beijos Mi...

Livinha disse...

Mi, você quer mesmo saber
que é o teu amigo secreto,
tá bem eu vou te dizer
Hummm vixi esqueci não tem como
saber...

Minha querida, o dia está chegando
que bom, logo estaremos matando a curiosidade

Olha, criança o nosso maior patrimônio. Infeliz de quem assim não ver e delas abusam, sem se dar conta de que elas vieram ao mundo, para um melhor futuro pormover.

Linda tua campanha.

Bjs

Livinha

Rosi disse...

Amigaaaa!!
Saudades de passar por aqui!
Muito legal esse post, temos que nos mobilizar mesmo!
bjks

Sandra disse...

Temos uma amiga em comum..
Então venha ver.
Lhe convido para ver quem está comigo aqui.
É um prazer te receber neste cantinho. Venha dar uma olhadinha. Tenho certeza que vai gostar.
http://sandraandradeendy.blogspot.com/
Carinhosamente, vou te esperar. Aqui grandes amigos se encontram e se revelam. Carinhosamente,
Sandra.

Amigos são flores plantadas com muito carinho.

Ana disse...

Coitado do sofá!
Bem, antes o sofá que o irmãozinho. Rs
Mas falando sério, é importante a mãe está equilibrada emocionalmente para conseguir ter esse controle.
Porque senão ela lança do primeiro impulso que vier.
Todo mundo precisa estravasar suas tensões. Só não pode ser nas pessoas, seja ela criança ou não.
Beijos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...